terça-feira, 6 de novembro de 2012

Capitulo 17 - "Verdade"

_Claro. O que deseja?_Falei mantendo o tom educado, bem diferente do dela.
_Você não faz idéia de quem é o Joe, não é mesmo?_Perguntou com uma cara de sínica.
_O que está querendo dizer?_Ela sempre me tirava do sério.
_Ah Demi, eu já sei que você e Joe transaram esse fim de semana._Falou gargalhando logo em seguida. Como ela sabia disso? Ai meu Deus não pode ser verdade!
_De onde você tirou isso garota?_ Falei rindo sem humor.

_Não precisa mentir Demi._ Disse colocando sua mão em meu ombro._ Também sei que pode estar esperando um filho dele.
_Desculpe, mas não sei do que está falando._Tentei fugir do assunto, tirando sua mão de mim e começando a andar.
_O Joseph só foi pra cama com você por que ele perdeu um desafio._ Camilla falou indo atrás de mim. Nesse momento pude me sentir sem forças, mas eu não poderia fraquejar. Não na frente dela.
_Eu já falei para me deixar em paz, eu não tenho nada com o Joe._ Menti novamente. Seria verdade que ele teria dormido comigo apenas por que teria que cumprir esse desafio? Havia duvidas.
_Demi...Demi... Na festa do mês passado acabamos mudando as regras do Jogo._ Agora eu precisava ouvir o que ela tinha a dizer. Se fosse verdade eu precisava saber, então parei e virei para olhá-la. Como já imaginava, a mesma sorriu e continuou a falar._ Nesse jogo acabaram te envolvendo...
_Como assim me envolvendo?_Perguntei a interrompendo.
_A pessoa que tirasse o papel com seu nome teria que dormir com você, esso foi o castigo da festa já que foram os homens que tiraram os papeizinhos._ Parou por um momento e sorriu vitoriosa ao ver meu interesse._ Caso essa pessoa não cumprisse com o desafio, ela sofreria algumas conseqüências.
_Que conseqüências?_ Agora tudo estava fazendo sentido, a aproximação de Joseph, as datas da festa e de nossa aproximação, tudo!
_Digamos que coisas ruins aconteceriam com essa pessoa._Riu dando ênfase a palavra “ruim”
_Quer dizer que..._ Eu mesma me interrompi abaixando a cabeça.
_Sim Demi, Joe transou com você apenas para cumprir o desafio._Disse em tom de deboche.
_Er...eu preciso ir._Falei me virando para ir embora. Meus olhos estavam pesados devido a lagrimas que estava segurando. Não iria chorar na frente dela, não poderia me humilhar mais ainda.
_Espere Demi...só tenho mais uma coisa para lhe dizer._Camilla me chamou novamente. Parei ainda de costas para escutá-la.
_Se você estiver mesmo grávida de Joe..._Se interrompeu.
_Eu não estou!_Rugi.
_Então digamos que esse seja o caso. Só quero te avisar que é bom você abortar!_Falou com ódio em suas palavras.
_Abortar?_Perguntei ainda sem acreditar no que havia escutado.
_Sim...abortar! Caso continue com essa gravidez, eu mesma irei tratar de fazer da sua vida um inferno._Me ameaçou.
_Você e mais um monte de pessoas já fazem isso._Respondi em tom de obviedade.
_Acho que você entendeu o que eu quis dizer._Agora seu tom era de desprezo._ O Joe é meu!_Falou por fim indo embora. Dei graças a Deus por não tê-la mais ali. Quando dei por mim já podia sentir as lagrimas escorrendo por meu rosto. Sai correndo da escola em direção ao carro que me esperava. Fui o caminho em silencio, escondendo o rosto para que não me perguntassem o que acontecera. Ao chegar em casa subi as escadas o mais rápido o possível me trancando em meu quarto. Agora tudo realmente fazia sentido! Havia uma confusão de sentimentos em minha cabeça... amor, ódio, raiva, tristeza, felicidade e alivio.

Joe “ON”

Fiquei deitado em minha cama por horas pensando o que iria fazer. Agora minha decisão já estava tomada! Peguei as chaves do meu carro e fui em direção a casa de Demi. Chegando lá, fui recebido por Carmem, que demonstrava um pouco de preocupação.
_Boa tarde Carmem, está tudo bem?_Perguntei.
_Boa tarde Joe. Não sei se está tudo bem, Demi está trancada no quarto desde que chegou da escola._ Disse desanimada.
_Você sabe o que aconteceu? Ela te falou? _ Perguntei já preocupado.
_Não, ela não abriu a porta para ninguém._Disse me dando espaço para entrar.
_Posso tentar?_ Pra mim ela teria que abrir.
_Claro!_ Carmem disse sorrindo. Subi as escadas e fui em direção ao quarto, mas ao chegar à porta pude ouvir os soluços de Demi. Ela estava chorando e isso é obvio!
_Demi?_ A chamei._ Pequena?_ Tentei novamente ao não obter resposta.
_VAI EMBORA JOSEPH!_ Gritou.
_O que aconteceu Demi? Por que está chorando? Deixe-me entrar..._ Pedi.
_Eu já sei de tudo Joseph!_Disse já um pouco mais calma._ Você já cumpriu com o desafio, agora não precisa mais ficar comigo. Vai embora, por favor._Seus soluços agora eram mais desesperados, sinal de que estava chorando mais ainda. Já eu, não estava acreditando que Camilla realmente a contou sobre a aposta. Amanhã eu a mataria!
_Deixe-me explicar tudo Demi?_Pedi.
_Por favor, vai embora..._Suplicou. Sabia que ela não iria abrir naquele momento. A única coisa a fazer seria ir embora e conversar com ela quando estivesse mais calma. Foi isso que fiz. Fui para minha casa e fiquei no meu quarto pensando como iria explicar a ela que tudo havia começado por causa do desafio, mas que eu realmente havia me apaixonado...

Continua...

2 comentários:

  1. AAAAH COITADINHA DA DEMI GENTE , ESSA CAMILA AI AFF ODEIO ELA ...

    AMEI AMEI AMEI AMEI , ESTA TUDO PERFEITO AQUI .

    POSTA LOGO </3

    ResponderExcluir