terça-feira, 27 de novembro de 2012

Capitulo 32 - "Sorte!"


Demi “ON”

Eu já estava pronta para a coleta. O próprio doutor decidiu fazer, pois segundo ele, eu teria que fazer alguns exames básicos antes. Troquei de roupa colocando um avental, camisola, ou seja lá o que fosse e deitei na maca inclinada.
_Demi, antes de qualquer coisa eu preciso fazer algumas perguntas._ Disse o doutor e eu apenas assenti._ Qual foi a ultima vez que menstruou?_ Perguntou já com uma prancheta na mão.
_20 dias._ Respondi simples. Logo ele continuou com um longo questionário sobre minha vida sexual e minha rotina. O vi ficar sério no meio da conversa e de repente pediu um ultrassom com urgência. Confesso que meus olhos ficaram humidos só em pensar em alguma possibilidade de não conseguir sucesso na inseminação por algum problema que pudesse haver comigo.  Depois de passar o gel em minha barriga, ele logo começou a olhar atento para o monitor. Fechei os olhos com medo do resultado.
_Demi, se limpe e troque de roupa. Aguardo você na minha sala._ Disse sério enquanto deixava o aparelho e a impressão das fotos do ultrassom por conta da enfermeira. Por que ele tinha parado? E a coleta? Quando entrei no vestiário pensei em soltar todas as lagrimas para ver se elas levavam o medo que estava sentido, mas o nó na minha garganta não deixava.  Troquei-me lentamente com medo de ir ao encontro do doutor e receber uma má noticia, mas era preciso.
Fui em direção a sala onde o médico me aguardava, mas ao entrar dei de cara com Joseph já sentado a minha espera. Sentei na cadeira ao seu lado que logo me abraçou fazendo com que minha cabeça apoiasse em seu peito. Suspirei ao sentir que afagava meus cabelos. Eu sentia falta do seu toque, seu cheiro, seu amor, dele. Fechei os olhos suspirando mais uma vez antes de pensar em qualquer coisa que pudesse vir a acontecer.
_Então, deu tudo certo?_ Joe perguntou curioso. Abri meus olhos o olhando, mas provavelmente sem expressão alguma.
_Não pude realizar a coleta dos óvulos da Demetria._ O doutor afirmou pegando em mãos algo que provavelmente seria minha ficha médica.
_Por que, o que aconteceu?_ Joe parecia preocupado. Olhou para mim confuso mas eu só balancei a cabeça negativamente o fazendo entender que eu também não sabia.
_Se acalme Joseph._ Pediu sorrindo amigável._ Vocês tiveram relações sexuais depois que ela parou de usar o anticoncepcional, não?_ Ambos afirmamos._ Por coincidência ou não, era o período fértil dela._ Apertei a mão de Joe com força já esperando algo ruim.
_Isso trouxe algum problema?_ Joe novamente tomou a iniciativa de perguntar, já que eu não conseguia pronunciar uma palavra que fosse.
_Parabéns papais!_  Disse sorrindo. Se antes eu tava com medo, agora estava surpresa._ Eu calculei as datas que a Demi me passou nas perguntas que precisava fazer e contatei que era possível. _ Explicou.
_Mas como?_ Perguntei sorrindo.
_Destino... Sorte talvez!_ Mostrou as fotos que estavam em cima da mesa. Não era possível distinguir nada, mas segundo ele, o bebê era o pontinho que estava circulado.
_Ai meu Deus._ Disse me jogando no colo de Joe e o abraçando.
_Demi, você está de 14 ou 15 dias de gestação pelo que pude ver. Isso nos ajuda a fazer todo o acompanhamento que precisamos para garantir a segurança de ambos. _ Tentei controlar minha empolgação o olhando, mas ainda me mantinha no colo de Joe._ Vou te passar uma lista de coisas que seria bom você comer e fazer. Posso confiar que vai fazer tudo?_ Perguntou brincando.
_Claro que pode._ Joe respondeu por mim._ Essa mocinha estará sobre minha supervisão!_ Brincou me abraçando forte.
Ficamos mais um tempo recebendo orientações de como eu deveria me portar agora que carregava uma vida em meu ventre. Era incrível pensar que aquela nossa noite realmente fora a concepção de nosso filho. EU e Joe simplesmente esquecemos tudo o que estava acontecendo e aproveitamos o momento como “pais”. Terminando tudo nos despedimos para ir embora. Ele queria me levar em casa, mas achei que não seria uma boa idéia. O caminho inteiro fui tentando por minha cabeça em ordem, mas acabei me lembrando da carta que Joe me dera antes de partir. Nunca nem sequer pensei em abri-la. Cheguei em casa indo rapidamente em direção ao meu quarto quarto. O envelope azul estava no mesmo lugar onde havia deixado após minha briga com Wilmer. Peguei fechando os olhos apertando o envelope com força junto ao meu peito. Abri cuidadosamente e quando comecei a ler só pude sentir as lagrimas que escorriam por meu rosto.
             
Sorry
Sinto Muito

It can be a rush, yeah it's like a drug
Pode ser uma corrida, sim, é como uma droga
When you give up love it's never worth it
Nunca vale a pena desistir de um amor
When you're fighting fear, it can be so clear
Quando você está lutando contra o medo, pode ficar tão claro
What you really need is each other
O que você realmente precisa é de um ao outro
But I finally found the truth, I was using you
Mas eu finalmente encontrei a verdade, eu estava usando você
Every night you're gone I swear it hurts
A cada noite que você ia embora, juro, doía
Feel the atmosphere, now you're gone
Sinta a atmosfera, agora que você se foi
I can't live, tell me what to do, I feel the pain all over my body
Não posso viver, me diga o que fazer, sinto uma dor no corpo


Was it the things I said, can I take them back
Foram as coisas que eu disse? Eu posso pegá-las de volta?
Baby, cause without you there's nothing left of me
Baby, porque sem você não há mais nada em mim
We can run away, we can change our fate
Podemos fugir, nós podemos mudar o nosso destino
Baby, what can I do to show you I'm sorry
Baby, o que posso fazer para mostrar que estou arrependido?
What can I do to show you I'm sorry
O que posso fazer para mostrar que estou arrependido?
What can I do to show you I'm sorry
O que posso fazer para mostrar que estou arrependido?


You were in a rush, you forgot yourself
Você estava com pressa, você esqueceu de si mesma
Said you'd had enough now I feel worthless
Disse que havia se cansado, agora eu me sinto inútil
The only thing I had was a second chance
A única coisa que eu tive foi uma segunda chance
What I really need is another
O que eu realmente preciso é de outra
Cause I, finally found the truth, I was using you
Porque eu finalmente encontrei a verdade, eu estava usando você
Every night you're gone I swear it hurts
A cada noite que você ia embora, juro, doía
Feel the atmosphere, now you're gone I can't live, tell me what to do
Sinta a atmosfera, agora que você se foi
I feel the pain all over my body
Não posso viver me diga o que fazer, sinto uma dor no corpo

             
Fiz essa musica para expressar tudo o que estou sentindo nesse momento longe de você. Espero que ela te faça ao menos se lembrar do amigo que eu tentei ser. Eu te usei, fui falso, mas minhas palavras foram verdadeiras. Realmente TE AMO e agora é isso que importa. Espero que você seja sempre feliz minha princesa, e saiba que não desistirei de ter uma vida eterna ao seu lado.

Joseph Jonas


Continua...


2 comentários:

  1. é, mas isso foi escrito antes de ele viajar para Paris, e agora??
    Ai meu Deus!posta logo!bjs
    #ansiosa

    ResponderExcluir