segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

An apology - Parte 1


_Eu acho que essa viajem vai me fazer bem Selena._Disse Demetria um tanto nervosa.
_Ta, mas e ai? Você chega lá, da um sorriso e pronto? Isso não vai dar certo._Selena obviamente não concordava com essa viagem.
_Olha, eu não to dizendo que vou chegar lá e vai ser tudo flores. Vou tentar fazer com que eles me perdoem.
_É, mas você, nesse tempo todo, nem ligou pra eles, não deu noticias, você praticamente os excluiu da sua vida.
_Mas eu quero mudar._Sua voz saiu meia embargada por conta das lagrimas que estavam por vir._É Natal, uma data linda e eu quero aproveitar para ir. Sei que não vai ser fácil, mas quero tentar.
_Você é quem sabe. Só vou te dizer uma coisa. Você pisou na bola, e bem feio. Então vai ter que se esforçar pra eles te perdoarem._Disso Demetria já sabia. Já sabia que teria que enfrentar quando desembarcasse em Londres.
_Eu vou terminar de arrumar minhas coisas, ta?_Disse enquanto arrumava sua pequena mala com algumas roupas._Na quinta-feira eu já embarco pra lá. Depois eu te ligo.
_Tudo bem.
Demetria veio há quase um ano para Vancouver, no Canadá fazer um intercambio estudantil, desde então ela não ligava para os pais, não dava noticias. A mãe, preocupada, sempre ligava pra filha, e esta sempre com uma desculpa para se livrar da mesma. Sua mãe no entanto, ouviu muito antes de desistir. Demetria vivia em um mundo onde ela fazia o que quiser, onde quiser e como quiser, sem se preocupar com as consequências. Foi presa duas vezes por dirigir embriagada e sem documentos. Mas depois de tudo, ela quer mudar, quer se diferente, mostrar pra sua família que ela não é mais aquela garota irresponsável que já foi um dia. Quer atravessar o oceano e ir direto pra casa dos pais, pra sua casa, que ela duvida muito que ainda possa voltar a ser sua um dia. Mas ainda assim ela não vai desistir.

...

Na chuvosa e gelada manhã de quinta-feira, Demetria pegou um táxi direto para o aeroporto da cidade. Durante todo o trajeto, ela ficou pensando no que estava por vir, não sabia que iria fazer quando chegasse lá, não sabia como reagir ou como tentar conversar com a sua mãe sem que batessem a porta na sua cara.
O caminho todo foi muito silencioso, exceto pelo barulho da chuva batendo na vidraça do carro.
_Senhorita?_O motorista do táxi chamou sua atenção._Chegamos. Quer ajuda com as malas?
_Ah, não, muito obrigado._Demetria pagou o motorista e saiu do carro, pegou suas malas e correu até a entrada do aeroporto tentando não pegar muita chuva.
Após uma espera de quinze minutos uma voz anunciou.

"Passageiros do voo 148 com destino a Londres, por favor, dirigiam-se ao portão 12 para o embarque."

Demetria pegou sua mala e se dirigiu até o portão doze, onde já havia uma grande fila de espera. Pouco a pouco a fila ia se esvaziando, pessoas se despedindo de ultima hora, namorados e namoradas, filhos e filhas, e só ela ali, sozinha esperando por sua vez.
Passou pelo corredor apinhado de passageiros, entrou no avião e se sentou na sua poltrona ao lado da janela. Olhando pra fora, ela tentou se distrair e pensar em outra coisa que não fosse essa partida. Estava muito tensa, pensando no que a aguardava, e tinha muito medo, medo de ter que voltar a viver uma vida solitária e sem amigos. Selena é sua melhor amiga, mas o que adianta ter amigos, se você não tem apoio da família quando mais precisa?
Demetria pegou um pequeno travesseiro na poltrona ao lado, que até então se encontrava vazia. Queria dormir para que o tempo passasse logo e pra que ela não ficasse pensando no que a aguardava. Mas ao mesmo tempo ela não queria faze-lo, pois sabia que a hora passaria voando e quando ela menos esperasse, teria que ir. Teria que ver, e que sentir tudo o que ela não queria...

Continua...

n/a: Amores, vocês devem estar achando meio confuso ter este capitulo no meio da outra fic. Eu não ia postar nada agora mas eu resolvi postar esse daqui pra saber se vocês vão gostar. Eu vou continuar com a outra e se vocês gostarem dessa, já vai ser a próxima fic. 
Esse é o primeiro capitulo da nova fic que eu estou escrevendo, não sei se ta bom, não sei se vão gostar, mas postei mesmo assim. Quero saber a opinião de vocês, se gostarem por favor comentem, sério mesmo, nunca peço comentários mas agora estou pedindo. Eu preciso saber por que já tenho algumas partes prontas e quero continuar escrevendo, mas pra isso preciso saber se vocês aprovam
Caso vocês não gostarem tenho tempo de procurar outra fic pra ser postada e o blog não ficar desatualizado. Sei que essa primeira parte é pequena mas é o que tem pra hoje, um beijo a todas, amo vocês.

10 comentários: